Arquivo para setembro \15\UTC 2008

15
set
08

Não vou chorar

Jairo, morador de um imenso predio com minusculos apartamentos, ouve diariamente uma musica que alguem repete constantemente, principalmente o refrão: “Não vou chorar”. Jairo não quer descobrir quem é que esta ouvindo. Só quer ter sossego quando chega do trabalho. Mas a musica toca a noite inteira. Algumas vezes colocam o refrão repetindo constantemente. Jairo enlouquece e começa a questionar quem é o maluco que ouve a mesma música constantemente. Começa a tentar buscar no predio vizinho um provavel morador. O ódio aumenta a cada dia. Começa a analisar a musica e acha que pode ser uma mulher, frustrada com um possivel rompimento. Deseja que ela acabe logo com esse martirio. Imagina que uma hora ela pode cometer um suicidio, pulando do predio. Pensando obsessivamente na musica e na mulher, ele passa a sentir compaixão pelo sofrimento dessa mulher. Tenta procura-la para oferecer ajuda. Mas como? O predio onde mora, e o predio vizinho são imensos. E ele não consegue definir de onde vem a música.